LIGA DE FUTEBOL 7 SOCIETY DO RIO DE JANEIRO
 
FILIADO
PARTICIPE      HALL DA FAMA      RANKING      BID      SEJA PARCEIRO      FOTOS
 
NOTÍCIAS
PÁGINA INICIAL > NOTÍCIAS
Bicampeões!

ON bate Qualitydade e segue no topo!

Data: 18/12/2023
Essa notícia foi lida 343 vezes


Por LG Batista

E aí boleiragem!

Após 51 partidas disputadas, sempre com muita garra, determinação e qualidade, finalmente chegamos À
grande Final do Metropolitano Série A 2023. Em um sábado repleto de finais da base, e com sol
escaldante, a partida entre o estreante em decisões, Qualitydade e o atual campeão, Ouro Negro
Juventude, subiu o nível para fechar com chave de ouro!
Como dito acima, o Qualitydade encarava sua primeira final de divisão, sendo uma equipe que disputa
pela quarta vez a primeira divisão e que vem em uma crescente visível. No entanto, quem começou
melhor foi o Ouro Negro, com forte participação de Leogol que comandava as ações direto do seu campo
defensivo, e levava perigo com seus fortes chutes de longa distância, até chegando a acertar a trave. Ainda
assim quem chegou ao gol foi o Qualitydade, aproveitando um momento de instabilidade defensiva do
ON e após vários ataques, NT apareceu para estufar as malhas adversárias aproveitando-se da indefinição
da defesa. O placar trouxe um alívio mas levou ainda mais o aurinegro ao ataque, mas sem sucesso,
levando a vantagem de 1x0 a favor dos alviverdes para o intervalo.
Como de costume, o intervalo é o momento para ajustar as questões não resolvidas no primeiro, para
quem está em desvantagem e para reforçar o que fez de bom quem está na frente. Mas com duas equipes
que privilegiam tanto a parte ofensiva, e em uma primeira etapa tão equilibrada, o bate papo acabou por
servir para aparar arestas e não havia necessidade de ser tão quente quanto o ambiente.
E o retorno para a segunda etapa manteve o ritmo do primeiro tempo, mas dessa vez quem teve os chutes
rechaçados foi o Qualitydade, que começou com tudo mas esbarrou nas luvas de Paulinho, que foi um dos
heróis da classificação e entrou no intervalo. Mesmo com esses ataques quem chegou ao gol foi o Ouro
Negro Juventude, logo aos 3 minutos com gol de Higor Luan, com muito oportunismo após bela escorada
de Felipinho, que entrou muito bem dando uma nova movimentação ao ataque aurinegro. Logo a partida
foi para trocação franca, com destaques para os goleiros (e traves), alimentando as torcidas e tornando a
resultado cada vez mais imprevisível. Ambas equipes fizeram trocas em suas formações e ainda tivemos
um pênalti a favor do Ouro Negro, a ser cobrado por Higor Luan, que mudou sua característica e meteu
um balaço, que estourou no travessão, frustrando a torcida e mantendo o placar em 1x1, ao menos até os
20 minutos...
Após muitos ataques, frustrados em sua maioria, a partida se encaminhava para seus minutos finais, onde
a impressão que dava era de um empate que levaria à disputa por shootouts! A partida também se tornou
mais pegada e faltosa, deixando as duas equipes com 5 faltas e penduradas. Mas se lembram do Higor, até
então tendo marcado um gol no comecinho e perdido um pênalti pouco depois? Pois bem, sua história não
seria escrita com apenas esses lances, mais capítulos estariam por vir. Após a entrada de Timbuca, que pôs
no jogo um pivô mais clássico, prendendo a defesa adversária e permitindo espaços para jogadores de
habilidade. E numa dessas oportunidades o Higor achou o próprio centroavante que com sua técnica e
estrela fez o gol da virada que causou a explosão na torcida presente! E ainda teve tempo para mais,
Timbuca mostrou companheirismo e solidariedade, e para agradecer a assistência em seu gol, foi a vez
dele, apenas dois minutos depois, devolver o passe decisivo para Higor marcar o dele, o segundo na
partida, tirando o peso do pênalti e participação em todos os lances de gol de sua equipe.
Mas para quem pensava que as emoções teriam acabado se enganou. Lembram das 5 faltas para cada
lado? Pois então, tivemos uma sexta falta, e foi a favor do Qualitydade, no finzinho do jogo, mas que se
fosse convertido certamente traria um novo gás para o time, na busca por um eventual gol de empate nos
últimos instantes. E aí foi a vez de aparecer um velho conhecido nosso! NT, autor do primeiro gol dessa
final pegou a bola, se ajeitou e ficou cara a cara com Paulinho (de importantes defesas nessa decisão, que
impediram da história ser escrita de forma diferente) e partiu para a cobrança, firme, a meia altura do seu
lado esquerdo. E a bola estava prestes a estufar as redes quando apareceu, de forma firme e ágil a palma
azul das luvas de Paulinho, que com explosão e reflexo conseguiu espalmar para escanteio, mantendo o
placar em 3x1 e levando todos os presentes no Pau-Ferro à catarse! Alguns poucos minutos rolaram mas o
troféu já tinha dono, e não eram mãos novas, eram mãos que mantinham o título em sua casa preta e
amarela, eram as mão dos (Bi)Campeões da Série A, o OURO NEGRO JUVENTUDE!








LEIA TAMBÉM!

Série B: Resumão!
Caminho até a final!
Série C: Resumão!
Caminho até a final!
Série B: Resumão!
Rodada 8/9
Série C: Resumão!
Rodada 8/9
Série C: Resumão!
Rodada 7/9
COPA RIO 2024
INSCRIÇOES ABERTAS



 
 
COMPETIÇÕES INFORMAÇÕES PARA VOCÊ  
Campeonatos
Campeões
Calendário
Atletas
Documentos
BID
Notícias
Jogos do Dia
Fut7pédia
Ranking
Clube dos 100
Vai e Vem
Amistosos
Clube de Vantagens
INSTITUCIONAL
Contato
Participe
Regionais
 
Copyright© 2024 LIGA DE FUTEBOL 7 SOCIETY DO RIO DE JANEIRO.