LIGA DE FUTEBOL 7 SOCIETY DO RIO DE JANEIRO   
Porto do Aterro

   HISTÓRIA   






·                  PORTO DO ATERRO F7 foi fundado oficialmente em 20 de novembro de 2005 pelo atual presidente Carlos Eduardo Nogueira, mais conhecido como Loskar, pelos diretores Antônio Carlos Tavares Jr e Rossini Brian Seixas e ainda pelos ex-jogadores Roberto Allan, Leonardo Curzio e Alexsandro Xavier.

·                  Os principais componentes da formação inicial se conheceram numa tradicional pelada do Aterro do Flamengo que acontecia toda noite de terça-feira. Giovanni Soares era responsável por esse grupo que atuava sempre no campo 06 no horário de 21h às 23h.

 

·                  Nos dias em que a pelada ficava com quorum insuficiente para a atividade regular, os fundadores organizavam uma equipe com os jogadores presentes para jogar contra outro grupo qualquer de peladeiros que facilmente se encontra no Aterro com o objetivo de jogar uma boa partida de futebol.

·                  O clube foi de fato instituído quando Loskar foi convidado a  inscrever sua equipe para disputar a Super Copa Batista, torneio amador de futebol 7 realizado no colégio Batista na Tijuca. Nesta ocasião, o nome Galáticos do Aterro, vulgo G.D.A., foi escolhido em referência à habitual busca pelo futebol ofensivo. Usando uniforme emprestado por um amigo de Antônio Jr, a equipe consegue uma boa vitória em sua estreia tendo o atual presidente marcado o primeiro gol da história do PORTO DO ATERRO.

 

·                  Logo no início de 2006, G.D.A. conquista seu primeiro troféu ao terminar em 3o lugar no Torneio de Verão realizado no clube Asbac do Grajau. Esta temporada ficou marcada por muitos confrontos contra tradicionais equipes do Aterro como Ajax do Aterro, Dinamo do Aterro e Santo Amaro, que serviram de referência para o inicio de nossa caminhada.

·                  Agosto de 2006 marcou a estreia do G.D.A. nas competições da extinta Liga Desportiva, então organizada por Rodolfo Groetaers. A Copa Flog reunia tradicionais equipes da Liga Desportiva, porém o que era para ser novidade se transformou em sensação. Mesmo com um elenco reduzidíssimo, o futebol apresentado superava todas as dificuldades enfrentadas com muita movimentação e qualidade técnica.

 

·                  O primeiro título foi conquistado de forma invicta no Clube Pau Ferro de Jacarepaguá com vitória de 7x5 sobre os Rebeldiões. Todos os 6 atletas de linha marcaram gols nessa final com destaque para o golaço de bicicleta de Leonardo Curzio.

·                  Motivado pela conquista, o primeiro uniforme personalizado foi confeccionado em setembro de 2006. A partir de uma rápida votação, o nome G.D.A. foi substituído pelo que se mantém até hoje. Este ano de 2006 também marcou a estréia de jogadores importantes como os meio campistas Gustavo Curzio e Pablo Sá, o lateral Udy, o atacante Flávio Paraná e o atual capitão Keirin Genda.

 

·                  No início de 2007 o Porto do Aterro se aventurou numa competição de futebol de campo chamada Copa do Aterro, mas foi no fut7 onde o PORTO consolidou de vez sua força começando por vencer equipes já tradicionais na modalidade. Em setembro PORTO estreia na Copa Extra diante do Dinamo sub20 e consegue uma vitória absolutamente improvável tendo em vista que atuou todo o tempo com um jogador a menos. O atual presidente Loskar marcou um golaço acertando um chute de primeira com pouco ângulo. O zagueiro João Luis foi o principal reforço desta temporada.

 

·                  De 2008 a 2012, o PORTO DO ATERRO começou a se organizar, foi ganhando experiência na modalidade e aos poucos qualificando seu elenco. Período em que Felipe Dias trocou a lateral esquerda para assumir em definitivo a meta portista. O tradicional uniforme com listras verticais em azul e branco foi elaborado mas a equipe colecionou participações frustradas na Liga Society do Aterro.

·                  Em 2008, o artilheiro Fred Brito e o zagueiro Patrik foram contratado pelo presidente Loskar. Em 2011, o gladiador Cleber e o lateral Jeffinho reforçaram o então emergente PORTO DO ATERRO, que em 2012 qualificou bastante seu poder ofensivo com os meio campistas Biro Biro e Lincoln, o atacante Bruno Nascimento e o craque Diego Tavares.

 

·                  Em 2013, PORTO consegue finalmente montar um elenco forte com a chegada de alguns reforços preciosos como o lateral Tchelo, o zagueiro Alhiu e o amadurecimento do atual camisa 10 Dieguinho. Convidado para a 1a divisão da SuperligaF7, PORTO faz boa campanha mas perde nas quartas de final assim como na Copa Extra.

 

·                  Em 2014, a diretoria foi de fato instituída, o grupo foi ganhando entrosamento e os resultados começaram aparecer. O presidente Loskar consegue fechar um ótimo patrocínio proporcionando a aquisição de 2 jogos de uniformes de qualidade profissional.

·                  O meio campo Ramos André foi o grande reforço para esta temporada. O atacante Bruno Pontini também chegou marcando muitos gols. PORTO DO ATERRO inicia sua participação da Liga de Futebol 7 Society do Rio de Janeiro na 4a divisão, consegue o acesso para a 3a divisão, termina em 4o colocado garantindo uma vaga na 2a divisão. Na Copa Extra, PORTO consegue o bronze e recebe 2 troféus no evento de premiação no Aterro do Flamengo.

 

·                  Em 2015, ano em que o PORTO DO ATERRO completa 10 anos de fundação, o maestro Douglas, o lateral Fred e o zagueiro Higor se incorporam no elenco sendo as peças que faltavam para fechar esse grupo campeão. Não demorou para a conquista do primeiro título desta geração.

·                  A tradicional Liga do Aterro, disputada pelos principais times da localidade, foi conquistada com muito merecimento pelo ótimo desempenho. Destaque para as goleadas pelo placar de 3x0 sobre os rivais Só Cria do Santo Amaro e Bengala 12 e a grande decisão vencida em disputa de penalties sobre o bi-campeão Juventude do Aterro.

·                  Em menos de 2 meses PORTO conquista o título de campeão da 2a divisão da Liga de Futebol 7 Society do Rio de Janeiro com atuação de gala na final com goleada de 7x2 sobre o antigo rival Rebeldiões. Essa conquista resultou no acesso a 1a divisão da Liga em tempo recorde e um jogo de uniforme completo cedido pela organização da Liga como bonificação.

·                  PORTO DO ATERRO disputou a 1a divisão do Interligas ainda em 2015 e se afirmou de vez no cenário do Futebol 7 vencendo com autoridade equipes tradicionais e terminando a competição entre os 8 melhores. 




   PARCEIROS   



NOTÍCIAS   |   VÍDEOS   |   ESTATÍSTICAS DA EQUIPE   |   HISTÓRIA   |   DIRETORIA   |   JOGOS   |   PARCEIROS  
Copyright© 2021 LIGA DE FUTEBOL 7 SOCIETY DO RIO DE JANEIRO.